Sempre acreditei que abençoados são os pais que tem filhos especiais. Acho que somos escolhidos a dedo! Sim porque com eles temos muito o que aprender e a ensinar.
Mesmo sendo um grande desafio é um momento único para nos tornarmos seres humanos melhores! Eu acredito nisso!
Meu filho hoje tem 6 anos. Ele nasceu com uma perda auditiva profunda bilateral, ou seja, surdo!
Criei esse espaço para ser o meu lugar de desabafo. Aqui compartilharei meus desafios, conquistas e também espero ajudar outras mães que tenham filhos surdo como eu ou qualquer outra deficiência.


segunda-feira, 17 de maio de 2010

A importancia do teste da orelhinha.

        
Lendo muito a respeito descobri que:

A audição é fundamental para a aquisição e o desenvolvimento da fala e da linguagem. Qualquer problema auditivo deve ser detectado precocemente (antes dos 3 meses de idade) com intervenção clínica-educacional visando aproveitar o período crítico e optimal de estimulação.


Estudos mostram que a criança deficiente auditiva que for diagnosticada e iniciar intervenção antes dos 6 meses de idade, obtém um desenvolvimento adequado da linguagem, independente do grau da perda auditiva.

O "Teste da Orelhinha" é tão importante quanto o "Teste do Pezinho" e deve ser realizado em todos os bebês, mesmo nos nascidos em condições normais de parto, sem antecedentes de casos de surdez na família ou fatores de risco aparentes. Isto porque apenas 30 a 50 % das crianças com deficiência auditiva apresentam 1 ou mais indicadores de risco. Nas demais, a deficiência auditiva é atribuida a causas desconhecidas.

Estatísticas indicam que em cada 1.000 recém-nascidos 3 apresentam algum tipo de perda auditiva. Esse número aumenta para 2 a 4 em cada 100 recém-nascidos que foram internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal.

Recomenda-se que o exame seja realizado na maternidade antes da alta do bebê, entretanto o teste pode ser feito em qualquer faixa etária.

Fonte: Gatanu 

Infelizmente esse exame não é obrigatório aqui em São Paulo e  apesar de um aumento significativo de maternidades que passaram a oferecer o exame,ele ainda não é muito divulgado e as mães não tem a noção do quanto ele é importante.

Eu mesma nunca imaginei na minha vida que poderia ter um filho com deficiência auditiva.
Todos meus filhos fizeram o teste da orelhinha,mas sem eu dar muita importância.Realmente a gente nunca acha que as coisas podem acontecer na nossa família,não é mesmo?

Graças a Deus eu tive a possibilidade de fazer esse exame e o Gui foi diagnosticado bem precocemente,mas eu sei que muitas crianças não tem essa possibilidade e isso é muito triste.

O que eu posso fazer agora é divulgar bastante sobre a importancia desse exame e quem sabe em um futuro não muito distante ele seja obrigatório assim como o teste do pezinho.

Um comentário:

Norma disse...

muito interessante o comentário sobre o aparelho ser gratuíto pq eu não sabia, vou ajudar a divulgar.
bju e parabéns pela iniciativa.
te amo amiga