Sempre acreditei que abençoados são os pais que tem filhos especiais. Acho que somos escolhidos a dedo! Sim porque com eles temos muito o que aprender e a ensinar.
Mesmo sendo um grande desafio é um momento único para nos tornarmos seres humanos melhores! Eu acredito nisso!
Meu filho hoje tem 6 anos. Ele nasceu com uma perda auditiva profunda bilateral, ou seja, surdo!
Criei esse espaço para ser o meu lugar de desabafo. Aqui compartilharei meus desafios, conquistas e também espero ajudar outras mães que tenham filhos surdo como eu ou qualquer outra deficiência.


sábado, 15 de março de 2014

Lançamento do Livro Desculpe, eu não ouvi!

Boa noite pessoal,

Hoje foi o lançamento do livro Desculpe, não ouvi! da Lak Lobato que tem o Blog com o mesmo nome.



Não podia faltar nesse dia tão importante e especial.
Especial para ela e especial para nós.

Sou leitora da Lak há quase 4 anos quando descobri seu Blog navegando pela net em busca de informações sobre surdez.


       Gui fazendo pose com o livro na mão.



Caminhos diferentes
Ideias diferentes
mas algo em comum:

Lutamos pelo o que acreditamos e somos felizes cada uma com a sua escolha.

Lembro que quando a fono que fazia a programação do Gui recomendou ele ter um "apoio" em Libras, a Lak foi a primeira a saber.
Mandei uma mensagem chorando....

Chorando pela frustração, chorando e achando que tinha perdido 1 ano e meio da minha vida tentando fazer o Guilherme ouvir e me entender.
Lak me deu todo o apoio. Na época me disse: 
"Cada caso é um caso".
" Acredito que a Libras ajudará o Gui".

De lá pra cá, fiz do limão uma limonada e minha história tenho contado por aqui.

Conhecemos a Libras e ela nos completou assim como o som completa a Lak!
Enquanto descobríamos a Libras e uma forma a mais de comunicação com o Gui, a Lak  foi trilhando mais ainda o seu caminho sonoro fazendo o seu segundo implante que foi um sucesso.

Fico emocionada ao ler seus deslumbramentos sonoros.
Não sei qual é a sensação de dormir ouvinte e acordar surda. Não sou surda, Sou mãe de surdo!
Eu sou ouvinte e adoro ouvir! 
Sou uma mãe que busca o melhor para seu filho e não fico no " e se..." 


Então respeito a sua história, respeito sua dor (que faz parte do passado) e respeito sua felicidade sonora!

    Gui me contando que a Lak também tem "pá pá pá"


Nessa relação não cabe a palavra "certo" ou "errado".
Cabe sim um carinho mútuo e o respeito.


       Dedicatoria especial!


                

Fica a dica do livro para quem quiser conhecer a história da Lak, suas descobertas e desafios.
Ela representa muito bem os surdos oralizados que tem o português como sua 1ª língua.
Também é inspiração para muitos surdos e familiares que desejam e estão no processo do Implante Coclear.


Sucesso e felicidades Lak!


Beijos

Sabine Schaade

4 comentários:

lak Lobato disse...

Nossa, lindo o post e AMEI a foto do Gui mostrando o papapa pra você e contando do meu. É muito amor... Ele está cada dia mais lindo e sorridente!
Grande beijo
Lak

Anônimo disse...

Que texto bonito. Eu sou leitora das duas e fico muito feliz em ver vcs juntas por um bem maior que é a comunicação.

Beijos
Katia

Sabine Stark Schaade disse...

Obrigada Lak!
Sucesso para vc sempre.
bjos Sabine

Sabine Stark Schaade disse...

Obrigada pelo carinho Katia